A verdadeira Massagem Tailandesa

A Verdadeira Massagem Tailandesa
por Celso Freitas e Marcos Yshida Ferrari

Thai Massage

Desenvolvida há mais de 2.500 anos por uma iluminação do médico de Buda, chamado Shivago Komparaj, a verdadeira Massagem Tailandesa, Nuad Bo Rarn, também chamada de Massagem Thai-Yoga ou Massagem Meditativa Thai ou Massagem Tradicional Tailandesa, revela os quatro estados divinos da mente: Metta (bondade amorosa), Karuna (compaixão), Mudita (alegria contagiante) e Uppekha (equanimidade, imparcialidade, não agressão) para quem aplica e para quem recebe essa massagem, voltada para a saúde e a cura do corpo e da mente.
Segundo a teoria da medicina Tailandesa, a energia vital percorre o corpo através de canais chamados “Sen”. Esta energia vital é também chamada de “Qi” pelos Chineses e “Prana” pelos Indianos.
A manipulação e estiramentos dos músculos, tornam as linhas “Sen” mais receptivas à circulação de energia. Como resultado, esta circulação energética saudável cura as doenças e o mal estar e elimina toxinas presentes no organismo, gerando uma sensação de equilíbrio e relaxamento.

O Toque

A Verdadeira Massagem Tailandesa se caracteriza pela forma diferenciada com que o terapeuta usa o próprio corpo na aplicação desta massagem. Todo o corpo do terapeuta está em ação. Alongamo-nos, enquanto alongamos o parceiro; também estamos em ásanas – posturas de Yoga – enquanto promovemos os ásanas no outro. Utilizamos o peso do próprio corpo para fazer as pressões e usamos a força da gravidade a nosso favor. A passagem de um segmento a outro é tão homogênea e harmoniosa que os movimentos do terapeuta se aproximam dos movimentos fluidos e lentos do Tai Chi. Ao mesmo tempo em que qualquer parte do corpo como braços, cotovelos, joelhos e pés são ferramentas em uso. Tudo isso requer uma boa dose de consciência corporal, flexibilidade, harmonia de movimentos e refinamento da sensibilidade, sem as quais não conseguimos interagir dentro do espírito da técnica, de sua verdadeira arte.

Benefícios da Verdadeira Massagem Tailandesa

Em nível físico, ela proporciona o aprofundamento da respiração, aumento da vitalidade, melhoria do fluxo sanguíneo, correto alinhamento de postura, melhor flexibilidade das articulações, relaxamento da musculatura com a dissolução de tensões.
No campo energético, estimula as funções vitais através da acupressura exercida em determinados pontos ao longo das Linhas Sen. A liberação do fluxo de energia vitaliza o funcionamento de todos os órgãos, reequilibrando as funções psicossomáticas.
No nível psíquico-emocional, o ritmo harmonioso, gradativo e lento, aplicada em estado meditativo, característica inerente da verdadeira Massagem Tailandesa, atua sedando o sistema nervoso, fazendo diminuir as ondas mentais, induzindo o cliente também a um estado meditativo profundo e presente, consequentemente reduzindo o stress.
Além de preservar uma boa saúde e bem-estar, a verdadeira Massagem Tailandesa contribui também para a harmonização dos relacionamentos interpessoais e com o mundo que o cerca, atuando desde a estrutura e forma física até os planos energéticos mais sutis. Depois de receber uma sessão desta massagem, a pessoa percebe-se inteira, com o corpo integrado e alinhado, ao mesmo tempo, que se torna profundamente relaxada e vitalizada!

Compartilhe este artigo com os seus colegas pelo Facebook, Twitter, E-mail, clicando nos botões abaixo. Escolha onde e como quer compartilhar! Se preferir, você pode adicioná-lo aos seus favoritos! 

Aprenda os 5 passos para obter o PÉ PERFEITO aplicando a metodologia SPA DO PÉ!

Asamura

Fundador da Shinsei Cosméticos e do Centro Técnico Shinsei – CTS. Diretor Comercial e especialista em cosméticos naturais, terapias holísticas e negócios na Área de Beleza e Bem Estar.

Website:

4 Comentários

  1. Pingback: A Reflexologia Thai equilibra as nossas emoções.

  2. Pingback: Reflexologia Thai ajuda na circulação de energia

  3. Pingback: Reflexologia Tailandesa « Bem Estar em Estado Natural

  4. Pingback: Mais Cursos de Reflexologia Tailandesa para você! « Bem Estar em Estado Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *