É melhor usar tênis ou ficar descalco?

Doutor, melhor usar tênis ou ficar descalço? (foto: divulgação)Usar ou não um calçado para correr é um tema que vem sendo discutido dentro e fora do Brasil. Sair com os pés no chão parece ser tão natural, que muita gente acha que não há nenhum problema em fazer isto. Muitos pacientes perguntam, doutor, é mesmo melhor para a saúde andar descalço? Antes que isto se torne modismo aqui no Brasil, gostaria de fazer algumas considerações sobre este tema polêmico.

Com tênis, os pés tocam o chão primeiro com o calcanhar e depois rolam até a ponta dos dedos. Quando se está descalço, a primeira parte do pé a chegar no chão é a ponta, fazendo o movimento inverso, aterrizando primeiro a ponta do pé e colocando o calcanhar por último. O movimento de rolar o pé fica invertido. Com isso, musculaturas diferentes são acionadas em cada caso: descalço, a da parte da frente da perna é a mais requisitada. Já o pisar com o calcanhar movimenta a musculatura posterior da perna mais intensamente do que a frontal. Quanto ao impacto sobre as articulações, a pisada sem sapato parece contar com o amortecimento natural dos movimentos dos pés. As pessoas não pensam para fazer o movimento de uma maneira ou de outra. A biomecânica é intuitiva.

Originalmente, o pé humano se desenvolveu para andar descalço. Mas é claro que há séculos, por segurança e higiene, este hábito foi abandonado. Ocorre que a maneira de pisar e o tipo de calçado que usamos influenciam tanto no funcionamento quanto no formato de nossos pés. Muita gente sente dor na sola do pé ou dor no calcanhar — resultado do uso constante de um calçado inadequado ou da maneira de pisar incorreta. Ao entrar em contato com o solo, os pés agem no controle de postura, equilíbrio, apoio, impulsão, absorção de impactos e distribuição do peso corpóreo. O pé é uma máquina perfeita de sustentação do corpo, fundamental para promover a mobilidade das pessoas, e o calçado pode afetar, positiva ou negativamente, a saúde e a performance de cada um. A anatomia do pé tem uma estrutura complicada – envolve um conjunto de ossos, juntas, articulações, ligamentos, músculos e tendões –, que permite uma enorme série de movimentos. Além da anatomia, que é a mesma para todos, cada um tem diferenças de formação. Há pessoas com pés normais, supinados (cavos) ou pronados (chatos). Na evolução da biologia humana os pés sempre estiveram descalços, mas temos de considerar que a saúde dos pés deve estar sempre em primeiro lugar antes de se decidir por tirar o calçado.

Artigo do Dr. Fabio Ravaglia.

Aprenda os 5 passos para obter o PÉ PERFEITO aplicando a metodologia SPA DO PÉ!

2 Comentários

  1. Deotila

    Oii,tudo bem? Muito bom! amei o assunto. Gente , Estou adorando o colch

    • Boa tarde, Deotila!
      Que bom que gostou do nosso artigo! Continue acompanhando nosso blog, temos postagens novas toda semana.
      Atte,
      Isabela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *