Saiba tudo sobre os Chacras

A cromoterapia, terapia que usa as cores para equilibrar o corpo, mente e espírito, auxiliando no tratamento de diversas doenças, trabalha diretamente com os chacras do corpo. Mas você sabe o que são os chacras? Confira o texto a seguir e descubra tudo sobre eles.

Os chacras são centros de energia localizados na camada imediatamente sobreposta à matéria do nosso corpo e são eles que fazem a “comunicação” (entrada e saída) do fluxo energético entre o ser físico e o universo. No total, nossa aura é composta por 88.000 chacras, mas apenas 8 deles são considerados principais, esses ficam localizados ao longo da coluna vertebral. Cada um tem uma cor específica e todos giram em sentido horário.

Quando os chacras entram em desequilíbrio por causa de alguma disfunção, as pessoas podem adoecer, tanto psicologicamente, quanto fisicamente. Então a cromoterapia tem a função de equilibrá-los usando a cor específica de cada um.

Chacras

Os 8 principais chacras seguem as mesmas cores do arco-íris, confira a seguir quais são eles, suas respectivas posições e cores:

ChacraCoronário = localizado no alto da cabeça – cor branco azulada

ChacraBásico = localizado na região sacra – cor laranja

ChacraUmeral = atrás do ombro esquerdo – cor azul para a harmonia e a cor amarela para enfraquecimento do ser. Quando se aplica as duas cores.

ChacraUmbilical = no baixo ventre, ao redor do umbigo – cor verde

ChacraEsplênico = no baço pâncreas – cor rosa

ChacraCardíaco = no coração – cor amarela

ChacraLaríngeo = na garganta – cor azul

ChacraFrontal ou 3.º olho = entre as sobrancelhas – cor azul

O que acontece quando estão em desequilíbrio?

Coronário – é o chacra mais importante, pois recebe a energia do cosmo, sendo a sede da consciência e o elo entre a Mente Espiritual e o Cérebro Físico. Seu formato equivale a um cone com pétalas de intensas radiações luminosas e translúcidas. A falta de harmonia e de energia salutar neste chacra provoca uma depressão profunda, síndrome do pânico e falta de vontade de viver.

Básico – capta e distribui energias, para o aparelho renal, reprodutor, sistema ósseo, músculos e sistema nervoso. Quando entra em desarmonia, ocasiona instabilidade emocional, insegurança, desespero, medo, apatia, problemas de coluna, hemorroidas, podendo atingir a parte sexual.

Umeral – é responsável pela harmonização da relação entre o físico e o espírito. Quando em desequilíbrio, atinge a parte da mente e da alma do ser, deixando-o enfraquecido.

Umbilical – distribui energia para o estômago, esôfago, pâncreas, fígado, vesícula, intestino, ou seja, todos os órgãos do aparelho digestivo, além de exercer o papel de harmonizador das emoções. Quando está sem energia, pode ocasionar timidez, egoísmo, ira, o que vai deixar o ser com a sua autoestima comprometida e o levará a ter dificuldades de se expressar.

Esplênico – revitaliza o baço que é o órgão que purifica o sangue e a energia que recebe para distribuir. Como vem do chacra básico, é também o regulador da cor rosa, que atinge o duplo etérico. Quando em desequilíbrio afeta o sistema digestivo, pâncreas, rins, ovários, testículos e desarmonizam a circulação.

Cardíaco – é um centro responsável pelo equilíbrio vital dos sentimentos e das emoções, Este centro de forças recebe a influência do chacra Umbilical que também ajuda as emoções e se afina com o plexo solar. Quando não trabalha em harmonia, enfraquece o ser, transforma o amor em desamor, diminui a autoestima e acaba com a criatividade.

Laríngeo – é o distribuidor das energias em toda a área da fonação, ou seja, garganta, cordas vocais, aparelho respiratório, do qual fazem parte a boca, o nariz, a traqueia e os pulmões e ainda as glândulas endócrinas. Na falta de equilíbrio, o laríngeo é um chacra que deixa indecisões e incertezas, provoca também a obesidade e outras doenças relacionadas ao metabolismo. Pode também provocar gagueira e vertigem.

Frontal – é o chacra do sentido, atuando diretamente sobre a hipófise e também na área do raciocínio e da visão, por isso, muitos o chamam de terceiro olho. Caso fique em desequilíbrio, provoca medo do futuro, levando a pessoa a se embrenhar no campo do psiquismo, ficando desorientada, com problemas mentais e sem interesse pela vida.

Para que esses centros de forças ou chacras possam oferecer o equilíbrio harmônico os quais são necessários para que tenhamos uma vida sadia, o cromoterapeuta deverá usar corretamente as cores, suas propriedades e funções energéticas.

Curiosidade:

A palavra “Chacra” significa “roda de luz” e provém do Sânscrito.

É muito interessante conhecer os cracras a fundo, o autoconhecimento possibilita o encontro do equilíbrio. Para saber mais, conheça nossos outros artigos sobre Cromoterapia.

Aprenda os 5 passos para obter o PÉ PERFEITO aplicando a metodologia SPA DO PÉ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *